Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page
Enquete
Está gostando desse Blog?
sim
não
sim, muito
sim, um pouco
ainda não sei dizer
Ver Resultados


Rating: 1.5/5 (17 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...





Total de visitas: 971
O avanço da Igreja Primitiva
O avanço da Igreja Primitiva

LIÇÃO 06

AVANÇO DA IGREJA PRIMITIVA.


                                                         

Como estudamos lição anterior, Lucas descreve que a partir do C.10 o Evangelho começa a chegar aos gentios. Agora no C.13 ele começa a deslocar sua atenção para fora da Palestina, e passar a descrever que os avanços mais significativos do Evangelho que ocorreram entre os gentios. Lucas nos relata que o instrumento humano usado por Deus para essa ampliação radical do raio de ação do cristianismo foi a Igreja de Antioquia, na Síria. A forte atuação dessa Igreja tornou possível uma grande expansão Missionária em termos geográficos e étnicos também. Convido você amigo leitor a observar comigo nessa lição conceitos da ação missionária da Igreja chamada primitiva(não gosto desse termo) ou como eu gosto de chamar, a Igreja modelo e seu desenvolvimento.

Observamos que Lucas deu um lugar de destaque para a Igreja de Antioquia, creio que ele agiu assim porque as iniciativas dessa Igreja se identificavam plenamente com seu objetivo ao escrever o livro de Atos, vendo que um dos aspectos centrais do registro de Lucas é que o Evangelho tem alcance universal(Universal,não IURD aquela Seita grande aqui no Brasil) e a Igreja de Antioquia estava comprometida desde a sua fundação com essa verdade e que cresceu em um ambiente já destituído de preconceitos com os gentios (Atos C.11 v.21 ao 26) algo que Barnabé pode sentir logo que chegou e ainda mais nítido quando ele retorna com Paulo ao local, e ali ensinam a palavra de Deus por aproximadamente um ano. E se você havia esquecido foi em Antioquia que os Discípulos foram chamados(Atos C.11 v.26) pela primeira de vez de cristãos.

Outro aspecto que devemos destacar é que a mensagem cristã ultrapassou as barreiras da intolerância étnica e cultural. Estudando o C.13, vemos que esse movimento começou justamente no seio da Igreja de Antioquia. Um outro aspecto a destacar é que o desenvolvimento do cristianismo não dependeu apenas da atuação dos homens, mas foi orientado pelo Espirito Santo(em breve falo mais sobre essa atuação em outro estudo)que talvez tenha sido a característica principal da comunidade cristã de Antioquia como lemos em Atos C.13 v.02.

Por todos esses motivos não é de se admirar que Lucas tenha enfatizado o ministério cristão desenvolvido em Antioquia, mostrando o quanto o empenho missionário dessa Igreja foi decisivo para a expansão do cristianismo em direção aos gentios.

A principal igreja da época era a de Jerusalém, foi ali que a Igreja nasceu e também onde os Apóstolos se congregavam. Lucas entretanto mostra que a obra de missões começou em uma Igreja nova, formada pelos judeus e gentios.

Com isso aprendemos que todas as Igrejas podem se tornar centros missionários já que sabemos que a condição para uma expansão missionária não é o tamanho nem a tradição da Igreja mais sim a dependência do Espirito Santo.

Não foram os lideres de Antioquia que decidiram elaborar uma campanha de crescimento de Igreja, mas sim o Espirito Santo quem determinou que Paulo e Barnabé deviam desempenhar um papel especial naquela igreja, que tão somente discerniu a vontade de Deus e lhe obedeceu, que eu você amigo leitor possamos seguir esse exemplo dos crentes de Antioquia.

Após passar por Chipre(Atos C.13 v.04 ao 12) o grupo de Missionários dirigiu-se para a cidade de Antioquia, que ficava na Psídia na Ásia Menor, região da atual Turquia e não Antioquia da Síria, de onde saíram Paulo, Barnabé e seus companheiros. Nesse período, João Marcos desiste de acompanhar os missionários, poderíamos até especular alguns motivos mas não seriam relevantes, apenas quero destacar o fato de que essa decisão mais a frente ocasionaria uma ruptura entre Paulo e Barnabé(Atos C.15 v.36 ao 40).

Ao chegar em Antioquia da Psídia, Paulo se dirige a sinagoga que a princípio se mostrou um lugar apropriado para a pregação do Evangelho e ali ele nos apresenta um maravilhoso modelo do que é testemunho cristão, bem diferente dos ¨tristemunhos ¨ de exaltação do velho homem que temos visto por ai.

O Sermão de Paulo, nesse primeiro contato na sinagoga, dirige-se a judeus, prosélitos devotos( ou seja gentios convertidos ao judaísmo) e aos tementes a Deus(gentios simpatizantes com o judaísmo) , seu objetivo é apresentar Jesus como aquele que cumpre a profecia e as promessas feitas a Davi.

Para facilitar o entendimento dessa narrativa podemos dividir os argumentos de Paulo em 5 partes.

1- Deus preparou um povo para a salvação

2- Deus escolheu, exaltou, libertou, suportou, e constituiu em Canaã seu povo, dando-lhes um território, juízes, reis e porfim um Salvador.

3- Deus providenciou testemunho acerca de quem era Jesus.

4- João Batista testemunhou que Jesus era o Cristo, os profetas testemunharam que Ele haveria de morrer e muitos testemunhavam que Ele ressuscitou.

5- Deus chama todos ao arrependimento.

Os ouvintes de Paulo só precisam decidir se iam aceitar a Jesus, pois a palavra de Salvação já era enviada a eles. Graças a Deus a reação dos ouvintes foi tão positiva que Paulo foi convidado a voltar no sábado seguinte. Mas infelizmente no sábado seguinte, Paulo se deparou com uma audiência diferente do sábado anterior, agora grande parte dos ouvintes era composta de gentios alheios ao judaísmo. Os judeus, que anteriormente mostraram-se tão receptivos em relação aos missionários, agora ficaram insatisfeitos com presença dos pagãos. Lucas relata que movidos pela inveja do avanço da pregação cristã os judeus tentaram de todas as maneiras contradizer Paulo.

Os efeitos desse procedimento logo foram sentidos. Os missionários se sentiam desobrigados de pregar para aqueles que se auto-excluíam do alcance do Evangelho, não havia porque anunciar a salvação aos que se julgavam indignos da vida eterna. Paulo e Barnabé não tinham a intensão de desconsiderar os judeus, mas não tinham outra opção a fazer diante da rejeição deliberada do judaísmo. Mas mesmo com essa adversidade e com todas as barreiras erguidas pelos perseguidores nada pode impedir a expansão da obra missionária.

Os crentes de Antioquia tiveram a preocupação de atingir com o Evangelho os povos que ainda não tinham sido alcançados, essa mesma preocupação tem que está presente em nossas vidas para sairmos do comodismo e realmente cumprir o Ide de Jesus!

E se você gostou desse estudo Me adiciona no Facebook me encontrando pelo Grupo Evangelho Sem Mimimi e também assiste o vídeo do link abaixo e por gentileza se inscreve no meu canal pra dá uma força! E se vc gostaria de aprender um pouco mais da Palavra de Deus clica no link abaixo do vídeo, tem uma super dica pra você.  Jesus ti abençoe!

Edson Bandeira

CURSO BACHAREL EM TEOLOGIA COM CERTIFICADO + HISTÓRICO + CARTEIRINHA.

PARA INFORMAÇÕES CLICA NO LINK ABAIXO.

http://bit.ly/evangelhosemmimimi

http://edzz.la/VZLGQ?a=578130